Vestibular Unipam 2018
Vestibular Unipam 2018

João Pinheiro: Polícia Civil prende suspeito de assassinar vendedor de picolé em 2016

Investigações foram encerradas após o indivíduo, que estava foragido, se entregar à Justiça

Quinta 17/08/2017 - André Amâncio
Fonte: JP Agora
João Pinheiro: Polícia Civil prende suspeito de assassinar vendedor de picolé em 2016

A Polícia Civil encerrou as investigações sobre a morte de Mateus Eduardo Sales Pereira, o Matheuzinho, adolescente de 16 que vendia picolés em João Pinheiro e que foi assassinado em maio de 2016. O suspeito Renato Henrique Peres Rodrigues, 25 anos, que estava foragido, entregou-se na semana passada e foi preso. Ele será julgado por homicídio duplamente qualificado e, caso seja julgado culpado, poderá cumprir pena de 12 a 30 anos de prisão.

De acordo com o delegado de Polícia Civil Anderson Rosa, o fato do crime ter sido muito cruel e por razões insignificantes ajudou para que fosse decretada a prisão efetiva. A polícia afirma ter estado sempre em contato com pessoas próximas ao suspeito e que isso contribuiu para que ele se entregasse e fosse preso.

Ainda segundo o delegado, durante o depoimento, Renato permaneceu em silêncio e não explicou os motivos para a prática de crime tão bárbaro. Por volta das 15h30 do dia 10 de maio de 2016, Mateus estava em um posto de gasolina no centro, quando Renato chegou em um Fiat Uno e atacou a vítima com uma lâmina de uma tesoura de poda. Mateus ainda correu para o banheiro, mas foi cercado e recebeu diversas perfurações no corpo.

“O autor não revelou o que de fato ocorreu. Mas nas investigações levantamos informações de que Mateus havia xingado o autor em outro local e outro momento. Posteriormente, ao comparecer no local dos fatos, ele falou que ia ensinar Mateus a xingar homem e daí partiu para cima dele e cometeu o homicídio”, explicou o delegado Anderson Rosa, em entrevista nesta quinta-feira (17).

A única coisa dita por Renato é que ele permaneceu escondido em Presidente Olegário desde o ocorrido. A polícia acredita, no entanto, que ele esteve em outra localidade no período, conforme as investigações concluídas com a prisão.

Renato já tem passagem pela polícia por inúmeros crimes e problemas em brigas e discussões, o que foi levado em consideração no inquérito policial. “Ele tem um perfil violento. Quando menor respondeu processo por tentativa de homicídio. Além disso, outras brigas foram registradas, casos de disparo de arma de fogo, ameaças. Ele costuma resolver desavenças de maneira bem agressiva”, destacou o delegado.

Auto Escola Minas

Compartilhe esta notícia


Comentários

CNI Patos
Padaria Nova Viçosa
Conceito moda PLUS Size
Escola Solução Gif
CNI Patos
Padaria Nova Viçosa
Conceito moda PLUS Size
Escola Solução Gif
Zeppelin Lanches