Vestibular Unipam 2018
Vestibular Unipam 2018

Acusado de matar desafeto por dívida de droga é condenado a 13 anos

Terça 11/12/2018 - André Amâncio
Fotos: Toninho CuryFonte: Toninho Cury
Acusado de matar desafeto por dívida de droga é condenado a 13 anos

Alex Xavier Silva acusado de matar o desafeto  Carlos Henrique Gomes Barros, conhecido como “Pretinho”, por causa de uma dívida de droga no valor de R$ 70,00, foi a julgamento na tarde desta segunda-feira (10-12), no salão do Tribunal de Júri do Fórum Olimpio Borges. O crime aconteceu no dia 20 de fevereiro de 2016 na Rua Pedro Queiroz de Melo, Bairro Residencial Sorriso.

De acordo com a promotora de justiça, Dra. Vanessa Dossualdo, o conselho de sentença acolheu na integra a tese da acusação de homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e por dificultar a defesa da vítima. Sobre a pena de 13 anos, a promotora disse que a condenação ficou próxima a mínima legal porque  houve a confissão espontânea do acusado, e por ser réu primário, fatos que abaixa consideradamente a pena.

Sobre o crime, a vítima se encontrava em casa, momento que chegou um amigo do acusado de nome Guilherme e ao chamou pelo apelido de “Pretinho”. Ao abrir o portão e sair da casa, foi surpreendido pelo acusado  Alex Xavier que efetuou quatros disparos na direção da vítima.

Mesmo ferido, Pretinho conseguiu pular o muro da casa, entrar na residência do vizinho para pedir socorro, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu. Após algumas horas de julgamento, Alex Xavier Silva foi condenado a 13 anos de prisão em regime fechado por homicídio duplamente qualificado.

Conveniência Zeppelin

Compartilhe


Comentários

MT Imports
Festa retrô
Padaria Nova Viçosa
Anuncie Aqui
MT Imports
Festa retrô
Padaria Nova Viçosa
Anuncie Aqui
Zeppelin Lanches